Ferneto
 
^
 
  NOVIDADES  »  Notícias  »  Padaria Dias, um trajeto vitorioso
 

01-11-2017

No passado mês de Setembro estivemos à conversa com uma família beirã por terras da Covilhã, mais concretamente na Padaria Dias, em Tortosendo.
Nesta casa, no fabrico, ao balcão, na rua, todos respiram os valores com que se encontram alicerçados nesta panificadora, numa passagem que acontece de pais para filhos e, sempre mas sempre, dentro da esfera da padaria.

Falar sobre a Padaria Dias e da sua história é falar sobre a vida de António Dias dos Santos, o seu fundador. E foi com o Sr. Dias e com as gerações que são o presente e constroem o futuro da panificadora que passámos uma boa manhã de outono.
A Padaria Dias “nasce” no adolescente António Dias que começou a trabalhar na Padaria Tavares e Matias, localizada no centro cidade da Covilhã, e onde tudo era bem diferente dos dias de hoje...

… O dia começava às 2 da manhã em ponto e antes de se adicionar água à farinha era preciso peneirá-la manualmente. Só depois, com todas as suas energias, os padeiros colocavam as mãos na massa. E de muita energia precisavam, pois, todas as noites, amassavam 4 massas de 40 quilos à mão, num processo que culminava quando o sol nascia em São Vicente da Beira.
2 horas de estanca e era necessário transportar a massa em cestos até aos fornos que se encontravam numa casa afastada a cerca de meio quilómetro da zona de fabrico.
Já com o pão cozido, findava-se a jornada distribuindo-o porta a porta numa caminhada feita de subidas, descidas e de muita transpiração.

Durante o percurso na Tavares e Matias, António Dias trabalhou em todas as funções dentro da padaria, ganhou experiência, muito calo e de aprendiz passou a responsável de equipa para mais tarde começar a formar os jovens que, também como ele, queriam trilhar a sua vida pelos caminhos do pão. Tempos que recorda com muita satisfação. Não apenas pelo seu crescimento profissional mas, também, pela alegria que sempre teve no trabalho e na capacidade para superar as dificuldades do dia-a-dia. A alegria que proporcionava às famílias pelo saboroso pão que ajudava a pôr na mesa era a sua verdadeira energia.

Com muitos conhecimentos acumulados, António decidiu lançar a primeira pedra em 1984. Com os filhos Fernando e José em idade para se formar, conduziu-os para uma aprendizagem intensiva dentro do fabrico. Comprou uma padaria na Rua dos Namorados, mesmo ao lado da que trabalhava, e continuou a fazer o que sempre fazia mas com os seus filhos dentro do barco, ensinando-os e responsabilizando-os nas tarefas.

Passados uma década, numa fase de maturidade de toda a família e com o negócio a prosperar, a Padaria Dias começou a manifestar a necessidade de um novo espaço para responder às solicitações do mercado e da economia portuguesa que crescia.

Assim, em 2000, decidiram construir a atual unidade produtiva na zona industrial de Tortosendo. Um espaço estrategicamente localizado e bem capacitado para tornar-se numa das principais panificadoras da região. Nesta época a Ferneto já era um dos seus parceiros na vertente de equipamentos industriais.

A Padaria Dias foi crescendo, integrando colaboradores e os seus filhos foram-se especializando nas diferentes áreas de negócio. Na gestão Fernando Dias, no balcão Alexandra Santos e no fabrico como é o caso de José Carlos que, também como o seu pai, ensina o seu filho na arte da padaria. Sempre com a responsabilidade no trabalho e na alegria de o poder fazer.

Qualidade em tudo o que fabrica, diversidade nos produtos que apresenta, bem servir e uma boa dose de inovação são as suas linhas orientadoras, sempre alicerçadas na perseverança e resiliência que estão na génese da sua criação.

Resultado dos seus méritos mas, sobretudo, da sua forma de trabalhar e encarar a vida, foi a conquista do “Melhor Pão Natural de Portugal”, um concurso organizado pela empresa Puratos que reuniu dezenas de industriais de norte a sul do país.

Acreditamos, sem qualquer dúvida, que o produto vencedor, a “Regueifa do Interior”, tenha-se destacado na receita, técnica, apresentação e no sabor perante o rol de produtos a concurso. Porém, sabemos que a forma com que a Padaria Dias encarou esta oportunidade foi, desde o início, uma atitude por si só vitoriosa.

Ora vejamos, efetuaram a candidatura de 11 pães especialmente criados para o concurso e, depois da aceitação da candidatura, aprimoraram a técnica de montagem da regueifa e da sua apresentação vezes e vezes “sem conta”, testando e testando durante “noites a fio”.

Uma conquista que é uma consequência do seu trabalho, efetuado no dia-a-dia, massa a massa, pão a pão… E que muitas alegrias dará no futuro se mantiverem os seus valores e identidade preservados. Parabéns à Padaria Dias e que continuem como começaram, crentes num futuro melhor.



Leia outras notícias
aqui.


 
 
« voltar atrás
MUNDO FERNETO
 
PORQUÊ FERNETO?
 
SUSTENTABILIDADE
 
EQUIPAMENTOS - MÁQUINAS / PADARIA
 
GRUPO FERNETO
 
NOVIDADES
 
CONTACTOS
 
Copyright © 2013 Ferneto. Developed by Palo Alto
Aviso legal Siga-nos: