Ferneto
 
 
  NOVIDADES  »  Notícias  »  A asma do padeiro
 

14-06-2019

A “asma do padeiro” é um tipo de asma ocupacional, frequente nas indústrias de panificação, que está relacionada com a inalação de poeiras, em ambiente de trabalho, e sem correlação histórica com o boletim clínico do doente. De facto, a “asma do padeiro”, é um risco que pode afetar todos os operadores envolvidos nos processos de produção, preparação e cozedura de pão e de outros produtos de padaria e pastelaria.

O risco de exposição à doença é devido, sobretudo, à proximidade com o pó de farinha. O pó de farinha é definido como partículas finamente moídas de cereais ou de legumes com outros contaminantes, que são libertados durante os processos de moagem e a posterior utilização da farinha. Os principais alérgenos envolvidos são a farinha de trigo e derivados, aditivos e microrganismos.

O pó de farinha é uma substância perigosa, que pode causar rinite alérgica e asma ocupacional. Atualmente, estima-se que a “asma do padeiro” possa afetar até 25% dos trabalhadores da indústria de panificação (padarias, confeitarias, pizzarias, panificadoras e demais unidades de fabrico).

É uma doença que produz elevadas taxas de absentismo, baixas médicas e doenças profissionais, podendo gerar avultados problemas económicos e legais.

 

A PREVENÇÃO

Já desde o tempo dos romanos que existia prevenção para as doenças resultantes da inalação do pó de farinha. Nesta época, a prevenção era feita através da utilização de máscaras pelos trabalhadores.

Atualmente, a prevenção é efetuada por um conjunto de medidas e de boas práticas, que minimizam a ocorrência de pós de farinha nos espaços de trabalho. Medidas que atuam sob vários âmbitos e que, no seu conjunto, proporcionam maior qualidade de trabalho aos operadores. Eis algumas:

  • na organização do trabalho, que abrange todas as diversas fases produtivas existentes na padaria: armazenamento de matérias-primas, preparação de massas, distribuição dos produtos já cozidos, entre outras;
  • nos equipamentos e nas ferramentas utilizadas, coletivamente e individualmente, nomeadamente na utilização de amassadeiras com tampas fechadas nas tinas, de aspiradores industriais, entre outros;
  • nos equipamentos de protecção individual utilizados cada operador nas diferentes tarefas de trabalho;
  • assim como nas técnicas de trabalho adotadas.

 

Leia mais:

 
 
« voltar atrás
MUNDO FERNETO
 
PORQUÊ FERNETO?
 
SUSTENTABILIDADE
 
EQUIPAMENTOS - MÁQUINAS / PADARIA
 
GRUPO FERNETO
 
NOVIDADES
 
CONTACTOS
 
Copyright © 2013 Ferneto. Developed by Palo Alto
Aviso legal Siga-nos: